domingo, 8 de abril de 2018

O RX DE UMA CRISE E O ALERTA DE UMA MÃE-




Toda essa crise multi facetada que estamos vivendo, gravíssima, com o risco de nos tornarmos uma ditadura comunista tal qual a Venezuela, é resultado de um plano socialista de poder, minuciosamente arquitetado e levado a cabo durante cinquenta anos, e que está sendo consolidado agora.

Isso significa que minha geração viveu à margem, enquanto esses planos foram aos poucos, passo a passo, sendo executados. Tocamos a vida, estudamos, trabalhamos, casamos , tivemos e criamos os nossos filhos, vocês. Exatamente o mesmo que vocês estão fazendo hoje.

Se soubéssemos do que estava acontecendo, talvez tivéssemos agido para evitar tudo isso que nos atormenta hoje. Talvez!

Eu e alguns poucos da minha geração temos consciência dessa responsabilidade. A maioria não tem, até porque é muito doloroso assumir que permitimos que isso se desenvolvesse, mesmo sem consciência do fato, durante todos esses anos
.
Tudo foi feito às escondidas e estávamos ocupados demais para perceber o que estava acontecendo.
Assim como vocês estão ocupados demais hoje!
Sobre como eles agiram para consolidar esse plano e nos transformar em um país comunista/ socialista dá para escrever um tratado.
Vou listar os que me vem à mente.

-Fizeram uma revolução cultural, se infiltraram e “tomaram” as mentes, doutrinando-as a favor do socialismo, das bases até a cúpula, principalmente nas universidades, onde são formados todos os professores e profissionais de áreas formadoras de opinião, mantendo o ciclo doutrinário;

- Corromperam e se infiltraram, ocupando postos chaves nos meios de comunicação, que não só informam, mas principalmente formam o povo e determinam sua maneira de ver e perceber a realidade, consolidam os seus valores:

-Apoderaram-se das instituições em todos os níveis, comprando e corrompendo de uma forma sistêmica, num círculo vicioso generalizado, e garantindo a própria impunidade;

-Atuaram na elaboração das leis do país, criando principalmente a Constituição socialista de 88;

-Cooptaram, desde as lideranças até a base, as entidades de classe e estudantis, principalmente os sindicatos, seduzindo-os com a verba fácil e abundante, paga com nosso suor;

-Criaram uma enormidade de agências reguladoras, que controlam todos os campos da iniciativa privada, cerceando-a e fazendo com que trabalhe na mais perfeita conformidade, sustentando o sistema criado por eles;

-Criaram em 1990 o FORO DE SÃO PAULO, unindo todos os partidos de esquerda da América Latina e facções criminosas ligadas a ela, laboratório onde esse plano passou a ser elaborado e executado;

-Aparelharam todos os órgãos que detém o poder, inclusive( ou devo dizer principalmente?), o judiciário, aí se destacando a maior parte do MPF, grande responsável pela perpetuação de situações de calamidade para o povo, como a indigenista, que leva a expropriação de terras produtivas, empurrando muitas vezes os proprietários à miséria, sem tirar da miséria os índios, embora hoje detentores de catorze por cento do território nacional;

-Promoveram, de forma deliberada, a deterioração da educação, virando as costas para a ciência, a pesquiza e a tecnologia;

-Infiltraram-se na igreja, inicial e principalmente a católica, através da CNBB, CEBs,CIMI.

-Sucatearam, retiraram poder e fizeram tudo para desmoralizar as nossas FFAA, as responsáveis pelo fracasso da revolução socialista de 64;

-Desarmaram a população, contrariando o plebiscito de 2006 e deixando-nos reféns dos bandidos;

-Criaram milícias disfarçadas de movimentos sociais, como MST, MTST, via campesina, que invadem, destroem, matam, e ficam impunes;
-Criaram leis e recursos que favorecem a criminalidade e beneficiam os criminosos;

-Buscaram desmoralizar a PM e, através dos direitos humanos, colocaram a bandidagem de vítima da sociedade e dos policiais que nos defendem;

-Destruiram nossos valores morais e plantaram o ódio entre nós.

-Destruiram a economia, levaram milhões ao desemprego e deixaram a população pobre refém do estado e refém da própria ignorância.

A lista é quase interminável.
A situação é tão complexa, que não é fácil achar o fio condutor e interligar tudo. Mas, longe de ser uma teoria da conspiração, essa análise é a radiografia do que aconteceu e está acontecendo no Brasil.

Nós, os lutadores da minha geração, nos quedamos impotentes, não conseguindo fazer com que vocês, nossos próprios filhos, percebam a gravidade dessa realidade, e lutem. Estou vendo a história se repetir. Nós não agimos. Vocês também não estão agindo. Qual a diferença entre a minha geração e a de vocês? Nós não fomos avisados e vocês sim. Nós não tínhamos internet, redes sociais, watts. Nós temos a atenuante do desconhecimento do processo.
Vocês não tem nem isso!

Vocês estão sendo sobejamente alertados, insistentemente chamados à luta. Mesmo assim estão vivendo à margem, quase que alheios ao processo, simplesmente deixando acontecer. Estão sendo omissos, estão sendo coniventes, estão sendo corresponsáveis.

 Qual será a desculpa que darão para os filhos de vocês, para o sofrimento, a fome, o terror e a morte que muito provavelmente ocorrerão, quando o processo se consolidar e eles se encontrarem em uma situação irreversível como a da Venezuela?
 Os venezuelanos foram avisados e não acreditaram e hoje, o país com a maior reserva de petróleo do mundo e de uma riqueza natural sem igual, vê seus filhos morrerem de fome.
 E se nós, vocês, os filhos de vocês, que Deus nos livre, tivermos, como os venezuelanos, que disputar o lixo com os cachorros para matar a fome, que desculpa vocês vão dar a eles?
 Os venezuelanos também achavam impossível de isso acontecer com eles. Estão pagando o preço.

Para sempre, nós, da minha geração, nos perguntaremos: Como teríamos reagido se tivéssemos sabido antes? Teríamos ido a campo e lutado ou teríamos desprezado o risco e feito como vocês estão fazendo hoje? A nós resta pelo menos o benefício dessa dúvida. A vocês, nem isso restará.

Não conseguimos levar os nossos filhos, a dar ao problema a importância que ele merece.
Nas vezes em que conversas sobre esses assuntos brotam nas rodas familiares a reação vem como a um fator perturbador do ambiente, que está estragando o clima da reunião, ousando interromper o sacrossanto direito à confraternização familiar e ao lazer de vocês, nossos filhos. Só um contratempo, nunca encarado com a seriedade que merece.

Tenho muita pena dos filhos de vocês, pelos dias que virão! Mas tenho muito mais pena de vocês, pais, que se verão obrigados a conviver com a culpa de terem sido avisados e não lutado!
Pensem nisso!
Sirlei Ratier

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

A VERDADE OCULTA DA ÉPOCA DO REGIME MILITAR

.


 Bons tempos de outrora da época do regime militar, que a mídia maldita e os "COMUNOPETISTAS" sofismam como um MANTRA em "ditadura militar", que na verdade nunca houve.

 Um presidente general passava "democraticamente" a faixa presidencial ao outro presidente general. O Congresso Nacional foi fechado temporariamente e reaberto. O Supremo Tribunal Federal e as Câmaras Municipais, funcionavam normalmente.  Foi a época que o Brasil mais cresceu e desenvolveu.
 Éramos a quadragésima terceira economia e passamos para oitava economia do Planeta e, infelizmente, estamos estacionados até hoje.

 Creio que se os militares permanecessem por mais 15 anos no poder, hoje seríamos um Canadá. Praticamente todas grandes obras, foram construídas pelo governo militar, inclusive o ex-presidente estadista Juscelino Kubitschek VOTOU no general Castelo Branco para presidente, que DITADURA é essa???

Realmente em uma BATALHA, há mortos e feridos dos dois lados e graças à Deus e aos nossos militares e civis HERÓIS de outrora, houve apenas 300 guerrilheiros comunistas "mortos e desaparecidos" em 21 anos de regime militar o menor número de mortos no mundo em uma Revolução.

 Já na DEMOCRÁTICA Cuba dos "companheiros" Fidel Castro e Che Guevara, foram mais de 100 mil mortos e desaparecidos os que não aceitavam o regime ditatorial de monstro Fidel.

Hoje em apenas dois dias, são "mortos e desaparecidos" no Brasil mais de 300 brasileiros por dia, na maior Guerra Urbana do Planeta e a mesma MÍDIA "comunupetista" silencia, mas continua falando em "ditadura militar" como se fosse um "bicho papão", que comia criancinhas.

Na verdade essa expressão, vem da Rússia, onde realmente os comunistas comiam as criancinhas mortas em função da fome... meu Deus! coisa terrível que só acontece em países comunistas como na Coreia do Norte do Kim Jong-Un. Vejam a diferença da próspera e rica Coreia do Sul.


 O comunismo é tão bom, que eu nunca vi, americanos fugirem dos EUA para Cuba e muito menos brasileiros que se dizem "comunistas" esses hipócritas adoram "mordomias" voar em primeira classe, passar férias com a família em Paris e Nova York, mas vemos milhares de cubanos, fugindo para os Estados Unidos, inclusive a filha e neta médicas do sanguinário ditador comunista Fidel Castro, que hoje deve está fazendo companhia com os "companheiros" Che Guevara, Hugo Chávez, Adolf Hitler, Josef Stalin, Wladimir Lênin, Mao Tsé-Tung, Benito Mussoline e outros mais no inferno aguardando os "companheiros" FHC, Lula e Dilma no purgatório.

 A verdade é que, quem foi perseguido à época do regime militar, eram os VAGABUNDOS da elite branca e "filhinhos de papai" que queriam implantar a todo custo o COMUNISMO no Brasil, aos moldes cubanos, muitos hoje no poder, corrompendo os cofres públicos da Nação brasileira.
 Nenhum TRABALHADOR foi perseguido pelos militares à época.
 Sugiro que os mais jovens, perguntem a seus pais e avôs e não acreditem em tudo que seus professores dizem nas faculdades.Eles recebem muito $$$ para fazer "lavagem cerebral" propositalmente, nos jovens estudantes.
 Os artistas sabemos que "mamaram" muito com a Lei Rouanet para defender o petismo e comunismo com nosso dinheiro dos impostos.

 Os guerrilheiros comunistas brasileiros eram tão COVARDES que assassinavam seus próprios "companheiros" que se arrependiam da guerrilha no "Tribunal do Justiçamento" e colocavam a culpa nos militares.
 Dentre os maiores TORTURADORES destacam-se os guerrilheiros Carlos Lamarca, Carlos Marighela e outros mais, que os professores comunistas de história, não contam a verdade a seus alunos nas escolas e principalmente nas faculdades ou por serem também "IDIOTAS ÚTEIS" ou ignorantes mesmo.

 É sabido, que à época áurea do regime militar a saúde era de boa qualidade a segurança de primeiro mundo a educação de excelência, nossas crianças hasteavam a bandeira do Brasil e entoavam nosso poético Hino Nacional nas escolas.
 Éramos felizes e não sabíamos!
(Jorge Eduardo Moraes Silva - 8 de janeiro de 2017

Graça Leal = CERTÍSSIMO! mas, nós que vivemos esse bom tempo repetir isso agora é chover no molhado porque nossas gerações sabem...Infelizmente, essa defesa demorou a chegar e os socialistas já tinham feito a cabeça destas últimas gerações que não arredam pé dessas criminosas ideologias. Será preciso exorcisar esse mal e só as FF AA podem fazer isso. 




domingo, 15 de outubro de 2017

FELIZ DIA, PARA OS BONS PROFESSORES!





A ESCOLA

Amai, meninos, a Escola
O livro, as almas consola
E faz um grande bem a lição.

E o mestre que vos ensina
Como o sol vos ilumina
Para os dias que virão.

Amai, na Escola, esse guia
Que com suave energia
Das letras descobre o véu.


A Escola, em Templo se muda
E a cada criança que estuda
Deus manda bênçãos, do céu!

**********************************
Bom dia, bom dia,
começa o labor
Meu mestre meu guia
Meu bom professor!

Ninguém de improviso,
consegue saber
Na vida é preciso,
Lutar e

aprender!

É vão todo o ensino
Que a Deus não conduz
Por isso me inclino
Pedindo que a Luz
Do auxílio Divino
Nos traga, Jesus!.

Homenagem a meu pai, que sempre inundou nossa casa de livros, a minha mãe e irmãs, professoras,
à boa Escola antiga e seus comprometidos professores, que nos encaminharam
pelo caminho da justiça, da verdade e da honestidade.








Consegue

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Psiquiatra forense conclui que esquerdismo pode ser classificado como doença mental

l 28/08/2017
Conforme a review da Amazon, vejam a paulada científica que foi dada nos esquerdistas

 O psiquiatra forense Lyle Rossiter comprova, através de deus estudos, que o esquerdismo é uma doença mental No livro The Liberal Mind: The Psychological Causes of Political Madness, Lyle Rossiter nos explica de forma acadêmica, as causas psicológicas do esquerdismo. Ele define o esquerdismo como uma série de problemas ‘psiquiátricos’ que podem acontecer durante a formação da personalidade do ser humano.

 Rossiter classifica os esquerdistas em dois tipos: benignos e radicais. Os radicais são aqueles cujas ações (agenda) causam dano a outros indivíduos. Já os esquerdistas benignos seriam os moderados […] que são aqueles que dão sustentação aos esquerdistas radicais.

 O trecho abaixo é parte da obra de Rossiter e fala sobre o tratamento do esquerdismo de forma clínica, retratado por um psiquiatra forense. Liberal Mind traz o primeiro exame profundo da loucura política mais relevante em nosso tempo: os esforços da esquerda radical para regular as pessoas desde o berço até o túmulo.

 Para salvar-nos de nossas vidas turbulentas, a agenda esquerdista recomenda a negação da responsabilidade pessoal, incentiva a auto-piedade e outro-comiseração, promove a dependência do governo, assim como a indulgência sexual, racionaliza a violência, pede desculpas pela obrigação financeira, justifica o roubo, ignora a grosseria, prescreve reclamação e imputação de culpa, denigre o matrimônio e a família, legaliza todos os abortos, desafia a tradição social e religiosa, declara a injustiça da desigualdade e se rebela contra os deveres da cidadania.

Através de direitos múltiplos para bens, serviços e status social não adquiridos, o político de esquerda promete garantir o bem-estar material de todos, fornecendo saúde para todos, protegendo a auto-estima de todos, corrigindo todas as desvantagens sociais e políticas, educando cada cidadão, assim como eliminando todas as distinções de classe.

O esquerdismo radical ataca os fundamentos da liberdade civilizada. Dadas às suas metas irracionais, métodos coercitivos e fracassos históricos, juntamente aos seus efeitos perversos sobre o desenvolvimento do caráter, não pode haver dúvida da loucura contida na agenda radical.

 Apenas um homem irracional iria desejar o Estado decidindo sua vida por ele ao invés de criar condições de segurança para ele poder executar sua própria vida.

Somente uma agenda irracional tentaria deliberadamente prejudicar o crescimento do cidadão em direção à competência, através da adoção dele pelo Estado e defenderia uma destruição sistemática dos fundamentos que garantem a liberdade organizada.

Apenas o pensamento irracional trocaria a liberdade individual pela coerção do governo, sacrificando o orgulho da auto-suficiência para a dependência do bem-






estar.

sábado, 2 de setembro de 2017

QUEM FACILITA A VIDA DO DESPUDORADO DO ÔNIBUS???

Leandro Ruschel 23 h · Miami, Florida, Estados Unidos · 
 Lendo as matérias sobre o animal que ejaculou numa mulher dentro de um ônibus, foi preso e solto em seguida, podemos observar o grau de esquerdopatia, tanto dos jornalistas quanto em parte do público. 


Chamo de esquerdopatia a incapacidade de entender a realidade, produzida pela ideologia socialista moderna, além da ativa busca de destruição da cultura ocidental, decorrência natural da equivocada interpretação dos seus desdobramentos positivos e negativos.

 Muitos consideram a agressão produzida por esse homem e sua posterior liberação como uma prova da existência de uma sociedade machista, que oprime as mulheres. Essa descrição se enquadra como uma luva na visão esquerdista do mundo. Mas é verdadeira? 

Ora, a evolução moral da humanidade, especialmente no Ocidente, foi baseada no controle dos instintos mais básicos. Criamos códigos morais que suprimem esses instintos, o que beneficiou especialmente as mulheres, mais frágeis fisicamente. Boa parte da cultura ocidental gira em torno da proteção à mulher, o adágio "mulheres e crianças primeiro" expressa bem essa ideia, além da forte condenação social à violência contra a mulher.

 Existe outra sociedade que valorizou mais a mulher do que a ocidental? Só essa sociedade ofereceu espaço para o debate e para a correção de situações injustas ao longo do tempo. 

 O problema é que essa evolução saudável virou uma degeneração completa de valores, que favorecem exatamente a violência contra a mulher. Por exemplo, não é exatamente a esquerda que prega a total e irrestrita libertinagem sexual? Será que isso não facilita os abusos contra a mulher? Não é a esquerda que de forma paradoxal glorifica o islamismo, a religião que muitas vezes trata a mulher de forma brutal? 

Mais, não é a esquerda que defende a liberdade para criminosos, transformando-os em vítimas da sociedade? Não foi a influência da esquerda nas leis brasileiras que criou um sistema jurídico frouxo, que protege bandidos ao invés de puni-los? 

Do ponto de vista conservador, o sujeito que comete uma barbaridade dessas tem que ser isolado, pagando caro pelo seu crime. E as pessoas devem ter um nível maior de pudor, de restrição dos seus impulsos sexuais. 

Chegará uma hora que as mulheres deverão fazer uma escolha. Ou continuam defendendo esse feminismo doentio que na verdade é um tiro no pé, ou abraçam os valores conservadores que as protegem. 

Por mim, esse vagabundo seria colocado numa cela e a chave seria jogada fora. Será que a Maria do Rosário concorda? O Marcelo Freixo concorda? 

Lembre disse na hora de apontar o dedo para os verdadeiros responsáveis por transformar o Brasil num dos países mais violentos do mundo.